Dois caipiras em São Paulo - Episódio II
A separação



Sexta-feira o Caio voltou para casa. Fiquei só - em Sampa now. No mesmo dia fui para casa do Paulo. Teve churrasco com o pessoal da banda, cinema (Todo Poderoso) com o Eduardo e o Maurício com sua esposa (acho) Adriana. Conheci a noiva do Paulo, Priscila. Ela é meio louca, mas é muito legal. Parece muito com a Ana, irmã do Pablo que, aliás, eu vim para a casa dele hoje! Passarei a semana pertubando por aqui um pouco também. =P

Um sonho realizado: EU ANDEI DE PATINS NO GELO! UoU! Muito bom. Não tive dificuldades graças aos dez anos de pratica no in-line (não tomei nenhum tombo. =D Agora quase tombos... =P) Sempre quis andar, imaginei... Nossa! Is very very very good! Valeu a uma hora por quinzão. O Eduardo (irmão do Paulo) que me levou para andar ficou só assistindo, a praia dele é pé firme no chão mesmo. Depois ele me deixou no metrô e eu vim para cá.

Rei do Beboquê! Chegando na F3Kasa encotrei três amigos do Pablo: o Boriz, o Leopoldo e o Rubens. Bem... O Pablo tem um beboquê, que é mais conhecido como hematoma. E nenhum deles, acho, havia visto alguém acertar no hematoma e eu sei como fazer isso. Digamos que eu tenho as manhas. Acertei de primeira e agora eu sou o Rei do Beboquê. Isso é fantástico! Ou não?


ouvindo Pablo no violão - Regina Let's Go!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais