Eu, uma soma de emoções

Puta merda cara... É aquela hora em que a boca não consegue se abrir para dizer algo, ela passa essa missão para os braços e esses sim agradecem num abraço, a melhor forma de faze-lo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais