Quem

Por Pablo Turazzi Vilanova:

Proponho uma brincadeira. Vou colocar o texto no freezer e depois tirá-lo de lá. Vamos tentar?

[no freezer]
Vitor Bustamante Reis, quase 19 anos (nascido em dezembro de 1985). Atualmente reside em Aparecida e estuda na cidade vizinha de Guaratinguetá, apesar de já ter morado em São Paulo, cidade do redator deste texto. Gosta muito de "rollerskating", música brasileira (boa, é claro), mulheres e bons textos. Aliás, escreve ótimos, recomendo-os. Acho que você muito provavelmente já os leu e gostou. Gosta de pintar os cabelos de vermelho, também.

[fora do freezer]
Vitor é um cara foda. Muito foda. Acompanho a vida desse cara desde que nasci, praticamente (o pai dele é meu padrinho; nossas famílias são grandes amigas e, é claro, nós somos grandes amigos também). Mesmo que ele seja bem quieto, sua presença é inebriante - é como se as conversas nascessem para aguardar seus pontos-de-vista, sempre apresentados com tranqüilidade e clareza. Tem uma paciência e uma calma contagiantes, como se fosse um grande "mestre" - como se fosse, não; ele o é. Tem uma paz de espírito inacreditável.
É muito mais do que um irmão pra mim.

Seus textos têm algo de mágico. Neles seguem-se muitos acontecimentos na linguagem, fazendo com que o texto seja um evento por si só. Eu particularmente gosto mais das prosas, apesar de também adorar os poemas. Gosto muito das palavras em relação às mulheres, principalmente. Sensibilidade é um dom para poucos, e, nesse sentido, o garoto é bem-dotado.

É um luxo falar sobre ele e seus textos, um prazer. Sinto-me honrado em ter sido escolhido para tão nobre tarefa (e peço desculpas por ter tomado tanto tempo para fazê-lo).

Esse cara é foda.

~ Pablo

Comentários

Anônimo disse…
io todos de nome bustamante é parente

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais