Puta merda! Puta merda!

Vitor: Daaaaaaaaannni!!!
Danizinha_Cheirooosa: OOOiiiiieeeeeeeeeee =P
Danizinha_Cheirooosa: nada febrinha, eu vc e a luana.....rs
Vitor: Minha amiga psicóloga, você não sabe o que acaba de me acontecer...
Vitor: A luana tambéM?
Vitor: ela nào está na minha lista...
Vitor: Fui levar a Ana Paula e tudo mais...
Danizinha_Cheirooosa: oq houve?

Vitor: cheguei lá na ruinha estreita dela e tinha um carro parado lá, não dava para passar. Tive que dar uma ré para ir voltando embora
(está demorando para enviar a mensagem...)
Vitor: dei a ré e fui fazendo o mesmo caminho ao contrário para ir embora
Danizinha_Cheirooosa: meu pc travou =(
Vitor: ok, o que importa é que agora ele está funcionando =]
Danizinha_Cheirooosa: tomara q continue...rs
Vitor: Quando estava quase chegando em rua que eu conheço, saindo da biboca da Ana Paula vinha vindo uma viatura da polícia
Danizinha_Cheirooosa: nussss.......
Vitor: Numa pista as mãos de duas-mãos são as da direita
Danizinha_Cheirooosa: biboca eh a piorrrr....hehehe
Vitor: hehehe =P

a viatura veio na da esquerda, onde eu estava seguindo, só não ficou certa nela, ficou atrevassada na rua a fechando, tive que parar óbvio e os guardas desceram do carro
Vitor: me olhando
Danizinha_Cheirooosa: putzzz
Vitor: (não fui estuprado)
Danizinha_Cheirooosa: ( q sorte heim!) rsrsrs
Vitor: +P

com o carro parado, acendi a luz interna e já fui pegar os documentos
Danizinha_Cheirooosa: oq fizeram com vc?

Vitor: Um dos guardas me chegou:
--Porque você está na contra-mão?
Vitor: continuou: "documento..."
Vitor: estava com o do carro e a minha carta, tudo certinho
Vitor: eu não fazia a mínima que ali era a contra-mão
Vitor: fiquei totalmente atordoado: "Maldita Ana Paula"
Danizinha_Cheirooosa: ow... q azar... 2h da manha encontrar dois guardas chatos!
mas qual rua era a q vc estava na contra mao?

Vitor: não explicar... Mas ali na Santa Rita, tem a rua da seanjunior, e um pouco antes tem uma rua de pedra, paralelepípedo

O guarda pega e me vira esse:
Vitor: Sua a carta é provisório, contra-mão é infração gravíssima, se te der essa multa você peder a carteira
Danizinha_Cheirooosa: nusssssssss
Vitor: A image dos meus pais apareceu subtamente na minha frente
Vitor: abaixei a cabeça, xinguei mais uma vez a Ana Paula e o que eu ia fazer?
Vitor: O guarda perguntou de onde eu era:
--Moro ali no manto azul, perto do magic park (ia falar jardim paraíba, mas pensei que o guarda ia ficar me vendo como boyzinho rico)
Danizinha_Cheirooosa: mata a bruxa quarta-feira! rsssss

verdade...nessas horas manto azul eh melhor...hehe

Vitor: perguntou de onde eu estava vindo e falei que tinha deixado uma amiga em casa e estava voltando
Vitor: ele perguntou onde era a casa e qual o caminho que eu tinha feito
Vitor: falei e ele:
--Pô, entrou duas vezes na contra mão!
Vitor: Nessa hora, se a Ana Paula estava bebendo água, ela engasgou só por causa da força do meu pensamento
Danizinha_Cheirooosa: huiahauiaiahaauai.....2 vezes??????
Vitor: é, entrei duas vezes, e nem me dei conta disso
Vitor: pronto... já vi tudo o que iria acontecer... tomar a multa, perder a carteira, eu contando pros meus pais
Vitor: já dexisti de haver uma mínima chance de não tomar a multa, nenhum pensamento positivo, só nuvens pretas
Danizinha_Cheirooosa: :-(
Vitor: e não é que eu dei sorte no final? O guarda falou várias vezes antes: "Vai perder a carteira..." "Vai perder a carteira..." eu de cabeça baixa, nocauteado
Vitor: pensando muitos "puta merda"
Vitor: mas o guarda disse: Você é daqui, vou quebrar o galho, dá ré e volta
Vitor: me devolveu os documentos, dei a ré e voltei pelas contra mãos que tinha vindo. Até achar uma rua que me desse certeza de mão certa e seguir até uma rua familiar
Vitor: consegui dirigir nervoso, isso foi bom; mas puta merda... até agora estou sentindo uma pulsação na cabeça
Danizinha_Cheirooosa: q sorteeeeee...... tadinho! perder a carta logo no começo seria mancada...
Danizinha_Cheirooosa: apesar do susto acabou tudo bem...rs =)
Vitor: é, eu nunca mais ia querer dirigir

sim, acabou bem. Agora eu vou olhar cinco vezes vericando a mão de qualquer rua estranha

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais