segunda-feira, janeiro 31, 2005

Discordo

Eu discordo plenamente do companheiro Lunatic e, ainda, digo mais! Digo mais! Ele, o companheiro Lunatic, falou que aquele horóscopo de sagitário não tem nada a ver com o cab sem um pingo de envergadura moral para com isso. Vejamos bem. Estou indo para a faculdade esse ano, lá no horóscopo diz que “planos em longo prazo estarão favorecido em 2005”, isso é ótimo e, ainda digo mais... Digo mais! Tem T-U-D-O a ver. Fazer um curso de quatro anos é um plano a longo prazo. Lá diz também que as economias pessoais melhoram no meio do ano. Sendo a faculdade particular e causando um rombo danado no orçamento da família, é muito possível que a estabilidade chegue no meio do ano. Tem T-U-D-O a ver! Tudo a ver, companheiro, Lunatic.

Outra: “Os caminhos vão se abrir”, não há o que discutir aqui. É bóbvio dizer que quando se está na faculdade muito mais portas se abrem para você. Outra: “Mais confiança faz seu discurso muito mais convincente, e o trabalho cresce a olhos vistos”, bem, eu sou meio calado em rodas de pessoas por certa falta de confiança em mim mesmo, admito. E, certamente, fazer a faculdade, morar longe dos pais, novos amigos, outras cabeças... Tudo isso contribuirá para que eu venha a ter um melhor discurso por parte da minha pessoa e, ainda, digo mais... Digo mais: fazendo faculdade de c-o-m-u-n-i-c-a-ç-ã-o, as minhas colocações serão carregadas das mais sólidas lógicas envergaduras morais possíveis e até de existência duvidosa nesse, no outro e no outro outro mundo.

Mais uma: “Esteja pronto para novas paixões, que podem ser efêmeras mas vão encher sua vida de emoção e mistério”, antes mesmo de mudar de cidade, já estou, de certa forma, na órbita das mais belas das luas que circulam o planeta do desejo. É uma lua misteriosa, muito desconheço dela e quero descobrir. Certamente, esse astro encherá a minha vida de emoções se algo acontecer e, ainda, digo mais! Digo mais! Vai me envergar em envergaduras nunca antes alcançadas nesse, no outro e no outro outro mundo! É isso.

Nenhum comentário:

Livro com uma mão não dá

Ler segurando o livro com apenas uma das mão não dá. É como fazer sexo ativo sem ter as duas mãos na parceira, não dá. E uma mão escondida s...