De repente Deus existe

[...]e entre as cinzas nuvens da cidade de São Paulo, as mãos de Deus rasgaram o céu e o Magnânimo disse: "Vitor, meu filho, pausarás as atividades internéticas de costume e conhecerás com afinco os estudos universitários. Balançarás nos busãos e não reclamarás. Roncarás o estômago e suportarás até a padoca mais próxima. Quererás para a casa voltar, mas aqui ficarás. Segurarás na minha mão e irás. E também não se esqueça que lerás tudo o que tiver de ler e, para isso, xerocarás tudo o que os mestres terrenos indicarem. Tem a minha bênção"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais