Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2008

Essa foto

Imagem
Goodbye, Toby, upload feito originalmente por littlesilverboxes. Adoro as coisas que têm a cara dessa foto.

Ferramenta

Quantas vezes questiono as ferramentas? E fico nessa superfície sem chegar ao ponto gerador de seus movimentos? Fico procurando sentido na ferramenta e não no seu uso! Ora raios! Os sentidos estão onde? Vivo atrás deles mas posso sempre acabar parando de procurar: ou pra reclamar, ou por desânimo, ou por não olhar pro lado certo. E me mantenho questionando a ferramenta. Já deveria saber quem somos nós.

Inventei uma piada!

Por que não se pode pagar ladrão com cheque?
Porque o crime não compensa.

Que primor

Imagem
., upload feito originalmente por wild goose chase. Do poeta ficou apenas uma pena
Encravada na ruína do tempo
de uma casa velha

Mil coisas saíram de cena
Mas uma entrou-lhe a vida Seu coração atento
Como quem acena
até o último momento
(da partida
de um ente querido)
Acenou para sua busca
findada nos bateres
de um peito feito marido:

          Numa única musa
          Encontrou todas as cores
          Numa única musa
          Pôde morrer de amores
          No plural


Afinal,
Numa única musa
os olhos do poeta
enxergaram o que viam em "entrelinhas" de ilusão e esquecimento

Linhas femininas tocáveis
de verdade: o contentamento

Traçando a realização dos sonhos seus
Ao viajar como o vento nos planos de Deus

Com a felicidade dos adoráveis quando juntos
Com a felicidade dos intermináveis assuntos

Com a felicidade dos que moram agora na casa certa
Jardinam flores, deixam a porta aberta

o bairro é o amor
o poeta é sem dor
sua musa calor

que primor... que primor

Alma não tem cor

Imagem
breathless, upload feito originalmente por Farl.

Que cachorro você é?

Imagem
Eu sou um cachorro terapeuta segundo o teste da IstoÉ. Imaginem se eu não gostei? =P

Eclesiástico, 34, 11

Vi muitas coisas nas minhas viagens, e o meu saber ultrapassa as minhas palavras.

?

O que fazemos com as perguntas ruins?

Coisa que eu escreveria na carteira da faculdade sobre edição

É tudo uma edição! Feliz de quem sabe editar! Se nada se cria e tudo se transforma, o que chamamos criação está na capacidade de editar e dar um sentido para as coisas. São inúmeros os códigos que temos e inúmeras as informações, ambos sobram. Feliz os editores que fazem e dão boas semânticas para suas linguagens e nos passam mensagens percebidas.

Doido.

O que posso agora...

Imagem
Blue Wednesday, upload feito originalmente por Kerfuffle~. Uma flor eu posso agora. Nessa projeção de te entregar essa beleza. De mostrar Deus contido num pequeníssimo pedaço de mundo. De estender um pouco de amor. Desse único jeito. Como poderia mais se tudo o que sei nesse momento é essa flor para lhe dar, Juliana Araújo Ferreira? Somente essa flor e mais nada. E tudo! Tudo o que está nela: as coisas que só uns olhos de amor são capazes de ver e somente e apenas olhos de amor. Love, love, love... Abramos os nossos grandes olhos de amor, pois... Precisamos amar! Amar sempre para atingir o nosso limite: ser feliz! Vermos nascer flores em cada lugar.