Momentos filosóficos bêbados de madrugada 2

Diálogo
A amiga comenta meu comentário elogioso em relação a esse artigo (clique e leia):
Ela: -Tá apaixonado, é?
Eu: -Ainda não. As paixões têm sido efêmeras nesta minha vida de elétron. Terei que achar uma mulher bem próton acompanhada por um amor bem nêutron e que seja capaz de redefinir com grandeza o quantum cósmico da minha satisfação.
Ela: - Desisto.

Acoplando comentário da Sandra Di Célio... (Ah! E eu já imagino o que aconteceu depois):
Ela:-Desisto. Vc tá ouvindo muito kid abelha ultimamente...nada contra, eu até gosto, tem umas bem bonitinhas, mas assim fica difícil...
Ele:-É q me inspiro com as canções...já ouviu aquela assim: "ainda encontro a fórmula do amor-ôr..."??? É minha preferida! Já dizia a P. Toller...eu só estou criando uma versão mais sofisticada, intelectual, assim mais parecida com o meu jeito de ser...
Ela: Desisto de novo.
(rsrs...)

Comentários

Sandra Di Célio disse…
Ah! E eu já imagino o que aconteceu depois:
Ela:-Desisto. Vc tá ouvindo muito kid abelha ultimamente...nada contra, eu até gosto, tem umas bem bonitinhas, mas assim fica difícil...
Ele:-É q me inspiro com as canções...já ouviu aquela assim: "ainda encontro a fórmula do amor-ôr..."??? É minha preferida! Já dizia a P. Toller...eu só estou criando uma versão mais sofisticada, intelectual, assim mais parecida com o meu jeito de ser...
Ela: Desisto de novo.
(rsrs...)
Vitor Bustamante disse…
rs... gostei. vou acoplar no post.

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais