Mantenha aberto o seu piano

Ontem abri o seu piano para as visitas... Elas entraram pela sala que havia arrumado. Coloquei as caixas das roupas pra doar escondidas no ateliê. Abri o seu piano.

No outro dia, depois das visitas terem ido, pensei no seu piano fechado e gostei dele aberto. A vida pode ser tão cheia a ponto de nunca fecharmos o piano? Não pode, eu sei... Guardar beleza pode ter a sua função, como é apagar a luz para dormir. Mas abra sempre o seu piano, meu amor. É um prazer olhá-lo e... Faz mais sentido ele aberto! Sorrindo os dentes das suas teclas, respirando no pulmão das suas cordas e tem penteado o cabelo da sua tampa, um formoso topete. Mantenha aberto o piano.

Comentários

Sandra Di Célio disse…
"A vida pode ser tão cheia a ponto de nunca fecharmos o piano? Não pode, eu sei... Guardar beleza pode ter a sua função, como é apagar a luz para dormir." Que lindo!

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais