terça-feira, janeiro 09, 2018

Livro com uma mão não dá

Ler segurando o livro com apenas uma das mão não dá. É como fazer sexo ativo sem ter as duas mãos na parceira, não dá. E uma mão escondida sempre esconde uma traição, uma faca, um celular com pornografia, uma raiva, um não-querer. Na hora da entrega há que se por as duas mãos e há que se enchê-las do mundo que agora você toca. Mão-única é a mão do tapa na cara, é a via que só vai no trânsito, é a punheta que não é sexo. Não se amassa farinha com ovo com apenas uma das mãos. Não se ergue uma criança, um leão da Disney ou a hóstia na missa com apenas uma das mãos. Com mão única se ergue um cartão punitivo no futebol. Quando estamos de acordo, estamos com as nossas duas mãos no território do encontro. Aquele que fala gesticulando e só utiliza uma das mãos para isso, mente ou esconde alguma coisa; não é confiável. Ao pegar um livro, o pegue com as duas mãos. Saiba que, no momento em que estiver lendo, estará com as duas mãos ocupadas em sustentar uma entrega de alma.

Um comentário:

Alice disse...

"Quando estamos de acordo, estamos com as nossas duas mãos no território do encontro." E quantos avessos há aqui. Bonito!

Livro com uma mão não dá

Ler segurando o livro com apenas uma das mão não dá. É como fazer sexo ativo sem ter as duas mãos na parceira, não dá. E uma mão escondida s...