Em segredo, mas eu conto... 2

A Natureza sempre encontra um jeito, minha querida. As plantas, essenciais para vida na Terra, amam mesmo sem poderem gritar, crescem pelos lado se necessário, são sutis mas grandes em espírito. Um dia seu grito pode vir e pode ser ótimo ou ruim. No fundo, tudo analisamos pela nossa interpretação e ela é mutável demais nos aprendentes que evoluem. Espero que tudo que está preso nasça, se num grito, que seja no grito de uma flor dourada que desabrocha no centro do peito de uma linda mulher. Que você esteja sempre rodeada de pétalas de Luz. Um beijo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bustamante

Texto que escrevi e li como orador dos formandos de 2008 do curso de Comunicação e MultiMeios da PUC/SP

Tema da redação: Heróis reais